O que são mídias sociais?

As mídias sociais, também chamada de Social Media pelo meio do mercado, são as grandes inovações da internet nas últimas décadas. Por definição as mídias sociais são sistemas que permitem interações sociais a partir do compartilhamento de informação nos mais diversos formatos.

Andreas Kaplan e Michael Haenlein definem mídias sociais como “um grupo de aplicações para Internet construídas com base nos fundamentos ideológicos e tecnológicos da Web 2.0, e que permitem a criação e troca de Conteúdo Gerado pelo Utilizador (UCG)” na obra If you love something, let it go mobile: Mobile marketing and mobile social media 4×4. Abrangendo diversas atividades que integram tecnologia, interação social e a construção de palavras, fotos, vídeos e áudios.

As mídias sociais no poder da comunicação

As mídias sociais hoje ocupam um grande lugar dentro da conquista de espaço mercadológico de uma marca, sendo considerada por muitos autores uma das novas bases fundamentais para a construção de branding e relacionamento com o cliente final, deixando assim de ser um mero coadjuvante em uma marca. Kietzmann em seu artigo “Social media? Get serious! Understanding the functional building blocks of social media” defende a categorização das mídias sociais em: identidade, conversa, compartilhamento, presença, relacionamentos, reputação, e grupos. Cabendo ao profissional de Marketing Digital identificar o melhor caminho da empresa analisada em qual meio de comunicação ela deverá estar inserida.

Segundo a pesquisa Digital in 2016 pela We Are Social ao longo do último trimestre de 2015, temos hoje no Brasil uma média de 45% da população ativa em redes sociais de todos os tipos, sendo que 91% da população brasileira economicamente ativa possui um dispositivo mobile (smartphone).

Apesar das mídias tradicionais, ou mídias off-line, ainda conquistarem boa parte da parcela do mercado a presença de uma empresa dentro da comunidade virtual hoje tornou-se indispensável.

O erro da semelhança

Toda a comunicação voltada ao seu público-alvo no meio virtual deverá ser direcionada para que a mesma possa gerar leads de forma mais eficiente. Neste contexto, estudos clássicos do Marketing de Comunicação são adaptados para a área digital, agregando novos conhecimentos como algoritmos virtuais e viralização de conteúdo. É muito frequente o erro dos navegantes de primeira viagem confundirem a comunicação tradicional com a comunicação digital, sendo que por essência as duas possuem finalidades diferentes.

Enquanto a comunicação tradicional busca fixar a marca através de conteúdos visuais impactantes, na social media sempre é pensado a penetração do conteúdo dentro da área comunicativa do target. Por exemplo, já não se busca mais a relação passiva do consumidor com um outdoor, mas sim um conteúdo viral que foi compartilhado por um amigo de seu círculo social que possua a marca de forma intrínseca. O “fator compartilhamento” é um dos pilares de qualquer estratégia no meio digital pois será ele que abrirá “as portas do algoritmo” para os usuários receberem demais conteúdos voltados a sua marca.

Publicidade vs Marketing

Não é de hoje que vemos uma pequena confusão entre publicidade e marketing, porém estas diferenças são mais acentuadas ainda dentro do meio digital. Enquanto o profissional de publicidade e propaganda cria a arte de acordo com seu briefing ou dos gostos de seu público, o profissional de marketing digital com especialização em social media irá realizar constantemente filtragem de seu público-alvo, verificando o tipo de conteúdo que viraliza e quais são as estratégias a serem seguidas em curto em médio prazo.

Ao contrário do que muitos empresários pensam a importância de um profissional de marketing de social media é fundamental dentro de uma empresa de publicidade ou que trabalhe paralelamente com esta. Uma atividade não anula ou supre a outra, muito pelo contrário, somente a união deste dois tipos de profissionais irá gerar um conteúdo relevante ao seu público alvo, onde, em um cenário perfeito, o profissional de publicidade recebe o briefing e orientações constantes do profissional de social media. Quando cada profissional trabalha dentro de sua área gera-se a possibilidade de retornos maiores e coesos tanto do contratante quando do público alvo em si.

Qual profissional de Social Media contratar?

É importante frisar constantemente as qualidades procuradas dentro um profissional de social media. Um profissional da área precisa de um conhecimento maior do que uma formação em marketing porque esta por si só não basta, a vivência no meio digital, acompanhamento de tendências do mercado, análise de público, realização de testes de comportamento e acompanhamento da lógica de algoritmo exigem conhecimentos desde do marketing clássico até linguagens de programação e fatores externos mercadológicos digitais.

O profissional precisa de um tempo para realizar a análise do público e começar a realizar testes de comportamentos para conseguir gerar uma linha de raciocínio lógica e coerente, além de saber o momento certo de realizar mudanças drásticas e rápidas de estratégias, muitas vezes realizadas da noite para o dia quando um novo fator externo ou comportamento poderá surgir. Essa maneabilidade e tomada de decisões é necessária em qualquer profissional da área de social media, também cabendo ao cliente liberar essa flexibilidade ao profissional para que ele consiga realizar um trabalho livre e com bom desempenho.

Você pode conhecer mais sobre minha carreira ou solicitar um orçamento caso tenha interesse em contratar meus serviços. Nós vemos no próximo artigo! E você, é profissional de social media? Quais dificuldades já enfrentou? Conta nos comentários.

Curta minha página no Facebook! A reprodução total ou parcial desse artigo deverá receber fontes ao autor original.
Enviar mensagem no Whatsapp