Essa é uma das questões que mais torturam qualquer profissional da área de social media. Os likes e shares, principalmente no Facebook que hoje é uma das mídias sociais mais utilizadas no Brasil, são o principal meio de mensurarmos os resultados de nossas peças e ações, através deles conseguimos saber de forma fácil a influência de sua marca em seu target, ou seja, “o que foi bem na página”. Não é incomum publicarmos alguma coisa e ela acabar recebendo poucos likes e consequentemente um baixo alcance.

 

Qual é seu objetivo com a publicação?

Em uma estratégia de marketing digital consistente, um social media jamais irá estruturar alguma coisa pensando somente nos likes e compartilhamentos. Isso acontece porque apesar desse ser um mensurador de extrema importância, inclusive para o seu cliente, temos que ter em mente na hora de montar a nossa estratégia: qual é o objetivo desta publicação?

O algoritmo do Facebook irá pontuar bem páginas com bom desempenho e entregar mais publicações para seus curtidores de acordo com o desempenho da sua página. O pensamento desta parte do algoritmo é muito simples “se isto está agradando as pessoas, os demais conteúdos da página também irão”, o grande problema é que pessoas não compartilham flyers. Obviamente isso varia dentro de cada nicho que está trabalhado, porém a tendência de compartilhamento de “conteúdos irrelevantes” é muito menor do que “conteúdo humano”.

Peças “flyer” vs Peças Humanas

Um levantamento feito pelo site GO-Gulf denominado What People Share on Social Networks comprova um tipo de comportamento nas mídias sociais que pode ser comprovado pela sua própria timeline, de acordo com este levantamento a maior parte dos usuários do Facebook compartilham conteúdos relevantes como informações de produtos, assuntos que podem ser de interesse dos seus amigos e causas que consideram importantes. O compartilhamento vem agregado com diversos fatores emocionais e estéticos de um usuário que trataremos em artigos futuros.

Um bom profissional de marketing sempre tenta se colocar na posição de seu público-alvo, tentado entender o que gera seus comportamentos, como pensam, que tipo de conteúdo compartilham, como reagem a determinadas situações, que lugares gostam de frequentar, engenharia social de seu círculo de amigos, comportamento e tempo estimado nas mídias sociais dentre outros fatores. Após analisar todo o comportamento de um público, dentro do assunto proposto por este artigo, pensamos “o que este público compartilha e porque”.

Para fazer um teste do quão é “humano os compartilhamentos” basta você realizar o teste dos dados levantados pelo Go Gulf. Abra sua timeline do Facebook e veja quais são as 30 primeiras histórias que vê, possivelmente se encontrou publicações do “estilo flyer” foi em um número muito baixo, o motivo é simples: pessoas não gostam de compartilhar flyers. É comum o pensamento de criar publicações bonitas e cheias de detalhes estéticos pois temos este pensamento ainda da mídia de comunicação tradicional, onde quem chama a atenção é um flyer ou outdoor bem feito e bonito. Agora pense consigo mesmo, quantas vezes você teve vontade de fotografar um outdoor porque achou ele bonito e mostrar para seus amigos e familiares?

Então não devo fazer posts bonitos?

Muito ao contrário, assim como disse em meu artigo sobre a importância de um profissional de Social Media é muito importante saber tosar a página e entender quando postar cada tipo de conteúdo. Em conteúdos que deseja aumentar o compartilhamento de uma página e melhorar seu algoritmo você deve frisar em publicações humanas, onde o conteúdo seja de extrema relevância ao público alvo e não gere o mal estar no compartilhamento em estar espalhando spam para o círculo de amigos do curtidor da página. Se conseguiu um bom número no seu algoritmo use e abuse de imagens bonitas para defender a marca e criar uma maior conexão com seu usuário.

Lembrando que isto é válido para diferentes públicos e jamais deverá ser considerado como uma regra, assim como todas técnicas que utilizamos dentro do Marketing que não se trata de uma ciência exata e o público deve ser analisado individualmente para depois segmentar seu melhor caminho. Existem páginas que conseguem defender a marca somente com “publicações humanas” enquanto outras conseguem um reach milionário somente “publicações no estilo flyer”.

A pergunta sempre que deverá possuir é: o que eu quero alcançar com essa publicação, página ou ação? E a partir dela trace o caminho que achar mais coerente.

Entendendo com um pequeno case

Há mais ou menos um ano eu recebi a solicitação de iniciar a página de um cliente que tinha como principal público jovens entre 16-24 anos, usuários frequentes de mídias sociais e atraídos pela cultura geek. O maior desafio do cliente é que ele não conseguia gerar engajamento em sua página para vender seus produtos, mesmo possuindo na época 5 mil curtidores o alcance de suas publicações não chegavam a 200.

Após uma análise junto com o cliente identificamos seu principal problema: ele tratava sua página como um grande catálogo de mercadoria. Entre anúncios de seus produtos ele intercalava peças extremamente bem bonitas e desenvolvidas, conteúdo pouco compartilhado pelo público alvo em questão. Fizemos um pequeno teste em sua página para gerar “conteúdos mais humanos” como peças menos elaboradas e memes, intercalando entre elas publicações de vendas e algumas peças bonitas para defesa de marca.

Em questão de um ano a página triplicou de tamanho, com conteúdos que chegaram a mais de 30 mil compartilhamentos a página experimentou uma nova época, os posts de vendas começaram a surgir efeito e as peças de defesa de marca também começaram a receber likes e compartilhamentos graças a maior entrega e vínculo dos consumidores com a página.

Vídeo na página do cliente após 6 meses de mudança de posicionamento, alcançando 16 mil reactions e mais de 1 milhão de visualizações no Facebook

 

Tem dúvidas de o que fazer e como conquistar seu público alvo? Entre em contato comigo e vamos montar um orçamento de consultoria ou gerenciamento de mídias sociais e te ajudarei a alcançar melhores resultadores dentro do que precisa.

Até a próxima!

Enviar mensagem no Whatsapp